Menu fechado

Veículos: conheça os tipos de motor e como remover barulhos

Ter um veículo facilita muito a vida das pessoas, pois favorece sua locomoção de forma fácil e prática. Além disso, ter um automóvel aumenta o conforto e bem-estar das pessoas. Porém, ter um veículo também representa ter algumas responsabilidades no que se refere à manutenção, além de alguns conhecimentos.

Conhecer sobre os tipos de motores de carros, assim como entender um pouco sobre a parte mecânica, ajuda a identificar problemas no veículo, além de reforçar a segurança do motorista e passageiros.

Basicamente, existem 4 tipos de motores de carros. São eles:

  • Motor 1.0;
  • Motor 1.4;
  • Motor 1.6;
  • Motor 1.8;
  • Motor 2.0.

O primeiro modelo, apesar de apresentar menos potência, proporciona maior economia de combustível. Ele é mais indicado para pessoas que desejam obter mais economia nos gastos com combustível e que se locomovem dentro de centros urbanos.

O motor 1.4 é mais potente pois permite a integração de vários elementos do veículo, como o ar-condicionado, sem comprometer a sua potência.

Ou seja, esse veículo apresenta um desempenho melhor quando comparado ao 1.0. Além disso, ele pode ser econômico em relação ao combustível.

Já o motor 1.6 é mais ágil, principalmente para quem viaja, pois permite um maior arranque do veículo. No entanto, seu gasto com gasolina é maior.

Já o motor 1.8 é indicado para pessoas que precisam fazer viagens longas e fazem isso com frequência.

Por fim, o motor 2.0 é o mais potente e consome muito combustível, sendo o ideal para longas viagens e para quem precisa andar em muitas ladeiras e elevadas velocidades.

Conhecendo os motores do veículo, é possível encontrar o que melhor atende as suas necessidades. Assim, também chegou o momento de falar um pouco mais sobre a parte mecânica.

O que fazer com os ruídos automotivos?

Com o passar dos anos e a usabilidade do automóvel, uma dúvida que pode surgir é como tirar barulho interno de carros. Isso porque, alguns ruídos podem surgir por desgastes de peças, falta de alinhamento ou até mesmo problemas nos pneus e no motor.

Por isso, realizar uma manutenção preventiva é uma ótima opção, levando o veículo em um mecânico de confiança para fazer os reparos necessários.

Um desses reparos é o alinhamento automotivo, assim como seu balanceamento. Essa ação é fundamental para garantir uma boa funcionalidade dos pneus, aumentando a estabilidade do veículo para locomoção em curvas, por exemplo.

Isso traz mais segurança e equilíbrio ao automóvel, evitando acidentes.

Além do balanceamento, existem outros cuidados que são importantes, como:

  • Verificar a suspensão do veículo;
  • Cambagem;
  • Analisar as rodas e condição dos pneus;
  • Dirigir com atenção;
  • Evitar subir em calçadas;
  • Evitar fazer manobras de forma brusca;
  • Avaliar a direção do veículo.

Essas são algumas ações que ajudam a evitar barulhos e ruídos automotivos.

Além disso, é importante estar atento ao flexível para escapamento. Essa peça é importante por absorver impacto e vibrações que vêm do motor, trazendo estabilidade ao sistema que libera gases e realiza processos de combustão.

Além disso, essa peça precisa ser trocada pois, com o passar do tempo, pode vir a sofrer desgastes.

Os tipos de ruídos automotivo

Como citamos, os ruídos podem aparecer por vários motivos e devem ser levados em consideração.

Às vezes, esse ruído pode ser no painel do carro, indicando um atrito nas peças ou um desgaste que pode ser natural ou não.

Mais ainda, pode ocorrer algumas vibrações tanto dos vidros como nas portas. Nesse caso, algum parafusos podem estar soltos ou os cabos de aço podem estar frouxos e se chocando com a lataria do veículo. Por isso, o mecânico realiza uma análise e aperta o que estiver folgado.

Bancos e porta-molas também podem emitir barulhos. Os problemas podem ser em buchas de borracha que passaram do tempo, peças soltas que precisam de aperto ou até mesmo a necessidade de trocar algumas peças.

Ruídos no teto também podem indicar que algum fio está solto. Mas, a maior preocupação é se o ruído for no motor, pois isso pode comprometer o funcionamento do carro e de outras peças, como alternador e radiador.

Para evitar barulhos, desgastes e problemas automotivos, uma recomendação é buscar por um mecânico ou contratar um serviço de auto elétrica a domicílio.

Existem profissionais técnicos que vão até às residências e conseguem verificar como está a parte elétrica do automóvel, que compreende desde a bateria até toda a fiação.

Essa busca é importante não somente para quem deseja fazer a manutenção do automóvel, mas também para quem pretende realizar a instalação de som automotivo.

Assim, ter o apoio e acompanhamento profissional é fundamental para garantir a durabilidade automotiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *