Menu fechado

Vantagens de ter um carro elétrico

É quase unânime entre a comunidade científica que o aquecimento global existe e apresenta sérios perigos ao planeta. Esse fenômeno é natural e inevitável, mas foi gravemente acelerado pela ação humana desde a Revolução Industrial. Entretanto, o carro elétrico é uma opção reversiva para esse quadro.

Por conta disso, medidas internacionais como o Tratado de Paris (renovado em 2015) foram criados, em prol de diminuir a emissão de gás carbônico na Terra.

Um dos principais emissores de gás carbônico, desconsiderando as indústrias e o ramo da agropecuária, são os carros. Com a combustão da gasolina ou outro combustível, libera-se gás carbônico na atmosfera. Como o mundo inteiro possui milhares de carros, isso se torna um sério problema. Tendo isso em vista, foi criado uma opção mais sustentável: o carro elétrico.

Neste artigo você vai conhecer vantagens sobre essa alternativa e descobrir mais detalhes acerca de seu funcionamento.

Cabe, antes disso, frisar que a Anfavea (Associação brasileira dos fabricantes de veículos) prevê que pelo menos 40 mil veículos elétricos ou híbridos circularão pelas ruas brasileiras até o ano de 2020. Mas, cada ano que passa, essa tecnologia se torna mais acessível para os brasileiros.

Considerando que há mais de 40 milhões de carros no Brasil esse número pode parecer excessivamente baixo, mas é preciso considerar todas as barreiras para esse tipo de carro no mercado brasileiro. Em 2016, havia apenas 3800 veículos da categoria circulando no território nacional.

Como funciona o motor elétrico?

Os carros híbridos funcionam com um motor eletrico e outro motor a combustão, enquanto os elétricos possuem apenas o primeiro. A energia dos motores elétricos pode durar para até 80km percorridos pelo veículo, o que explicita a economia gerada por esse modo de funcionamento. Entretanto, os carros híbridos possuem mais autonomia do que os elétricos, apresentando 813km em comparação com 160km.

Os motores elétricos utilizam energia química para funcionar. Essa energia fica localizada nas baterias do carro, que são recarregáveis. O trabalho do motor é realizar duas conversões de energia. A primeira converte a energia química em elétrica, enquanto a segunda converte a energia elétrica em energia mecânica. É com a energia mecânica que o veículo consegue andar, pois é a energia que diz respeito ao movimento.

Os motores eletricos são mais silenciosos do que os de combustão, tornando a direção mais confortável e menos estressante para o condutor. Eles, comumente, são de 220V e isso facilita a sua recarga, pois é um tipo de tomada extremamente comum no Brasil. Para que a energia seja transmitida ao motor na quantidade correta, evitando sobrecargas, existe um regulador.

Os avanços tecnológicos quando se fala de motor eletrico para carros não param. Afinal, essa é uma aposta para os carros do futuro e é preciso encontrar maneiras de tornar mais acessível e mais potente.

Uma das novidades desse mercado é o protótipo que usa hidrogênio para se mover. A reação química desse gás gera a energia que precisa ser convertida para gerar a movimentação do carro.

As vantagens do carro elétrico

Tendo tudo isso em vista, é possível notar que, mesmo ocupando uma pequena fatia do mercado, os carros elétricos somam muitos pontos positivos. Os principais benefícios dessa alternativa veicular são:

  • Desempenho semelhante aos carros tradicionais;
  • Não polui o meio ambiente;
  • Custo de recarga inferior ao de abastecimento de combustível;
  • Facilidade de manutenção;
  • Maior leveza;
  • Incentivo fiscal;
  • Silêncio e facilidade de manobras.

Assim, ter um carro elétrico passa longe de ser apenas positivo para o meio ambiente.

Na verdade, as pessoas que fazem esse investimento não se arrependem de tê-lo feito. Em países mais desenvolvidos, o carro elétrico é muito mais popular. Na Europa, como um todo, encontrar esse tipo de carro é bem mais comum do que no Brasil.

Já com relação ao tópico sobre incentivo fiscal, significa que o governo quer que os carros elétricos sejam mais popularizados. Isso porque, o Brasil assinou um compromisso de que diminuiria a emissão de carbono em 43% até 2030. Em termos práticos, isso significa que quem possui carro elétrico paga menos imposto.

Por fim, pode-se afirmar que os tipos de energia menos nocivos ao meio ambiente são opções a se considerar. Não apenas a energia elétrica em carros, mas o aquecedor solar para a casa, o uso de energia eólica em atividades industriais e tantos outros exemplos. Geralmente, além de ajudar o meio, você economiza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *