Menu fechado

Três itens que vão turbinar a aparência e segurança do seu carro

A composição da pintura dos carros, é feita por três camadas extremamente finas de primer, tinta e verniz. Os processos de polimentos retiram grande parte da espessura dessa tintura e, por isso, durante a vida-útil do carro, é possível que ele seja polido até quatro vezes, no máximo.

As oficinas mecânicas que oferecem este tipo de serviço, possuem lupas para averiguar e medir a pintura dos carros.

E, caso esteja com uma espessura muito fina, rejeitam o serviço porque a probabilidade de o resultado ser esteticamente feio, é grande. Há possibilidades de avaliar o risco do carro, em critérios como:

  • Se o risco apresentar uma outra cor ao fundo, significa que ultrapassou as camadas e o verniz e a tinta, atingiram o primer. Neste caso, apenas o polimento não resolverá e será necessário fazer a pintura do local;
  • Se passar a unha pelo local riscado e ela ficar preta, também significa que o risco é fundo e que, só o polimento não resolverá o problema. O polimento de carros tira riscos pode ser feito de maneira superficial, ou seja, que não ultrapassam a camada do verniz;
  • Este procedimento pode ser feito com cera tira risco, com massa para polimento ou com lixa.

Realize os cuidados necessários

Os processos feitos com massa para polimento ou lixa requerem maior cuidado por serem altamente abrasivos.

Outro fator que os condutores veículos sempre precisam estar atentos, é sobre o alinhamento do seu carro: regulando os ângulos de direção e a suspensão do veículo.

É recomendado ao motorista que cheque constantemente as rodas do carro, para garantir que as mesmas não estão irregulares.

O ideal, porém, é levar o veículo periodicamente para revisão, já que quando os sinais de irregularidade estiverem visíveis, é possível que não haja mais conserto.

Você pode conferir, no manual do seu veículo, quando é recomendado que seja feito o alinhamento. As situações que podem provocar o desalinhamento das rodas são:

  • Substituição dos pneus do carro;
  • Forte impacto após passar por buracos, pedras e objetos;
  • Substituição de elementos da suspensão ou direção do veículo;
  • Após subir na guia de forma brusca ou realizar manobras com frequência no meio fio;
  • Virar o volante do carro com o mesmo parado;
  • Verificar que a calibragem dos pneus está irregular.

O alinhamento computadorizado, é feito a partir de um sensor que transmite a leitura em 3D de cada um dos refletores instalados nas rodas do carro.

A maquina de alinhamento já possui um sistema computadorizado, que indica as medidas exatas de convergência e divergência estipuladas pelo fabricante, tornando o processo altamente preciso em sua correção.

Essa precisão dos ajustes, torna o serviço mais rápido e fácil, e assegura maior estabilidade ao carro e à direção do motorista.

O alinhamento computadorizado oferece maior riqueza de detalhes e informações que o alinhamento comum.

Proteja seu automóvel

O item que confere maior segurança ao proteger o interior do carro, é a blindagem veicular, que oferece proteção contra agressões externas, principalmente feitas com armas de fogo.

O nível de proteção, é feito de acordo com a classificação balística sobre testes com armas de fogo curtas (revólveres, pistolas e submetralhadoras) e longas (rifles e fuzis).

No Brasil, o mercado de blindagem automobilística está concentrado no nível de proteção que se denomina anti assalto. Os materiais utilizados são divididos em:

  • Parte Opaca: utilizando elementos internacionais de qualidade e proteção, a auto blindagem faz uso de materiais especiais para obter o resultado esperado, como aço balístico inoxidável e mantas de Twaron (fibra de vidro e fibra de aramida, uma espécie de plástico) prensadas em várias camadas, de acordo com o local onde serão aplicadas;
  • Parte Transparente: provenientes de fornecedores aprovados (nacionais ou importados) os vidros seguem um padrão de qualidade e distorção ótica, seguindo critérios rigorosos, bem como, a normas internacionais de segurança. Todo os vidros utilizados são compostos com policarbonato (com camada interna anti estilhaço).

A blindagem é processo artesanal. Independente do método e materiais utilizados, como mantas de proteção, painéis de aço e vidros especiais.

É essencial realizar a perícia de um especialista, para obter o encaixe dos materiais de forma segura e adequada.

Um procedimentos realizado por mão de obra não capacitada, para realizar execução e supervisão, faz com que o uso dos materiais de alta qualidade seja desperdiçado.

O propósito da blindagem automotiva, é o de assegurar a proteção prevista nas normas técnicas, preservando as características do veículo e as vidas que estão no interior do veículo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *