Menu fechado

Sensores e tacógrafo digital para veículos

Os automóveis, cada vez mais, estão em contato com o desenvolvimento tecnológico, passando por avanços e mudanças.

Uma dessas mudanças se refere à instalação de sensores nos automóveis, que servem para trazer alguma orientação ao motorista sobre como proceder diante de uma situação.

Esse artigo tratará sobre a importância desses sensores para o seu automóvel. Não deixe de conferir!

Os sensores em seu automóvel

Assim como existem instrumentos de medição que servem para captar dados e nos orientar sobre determinada situação, em um automóvel funciona de forma semelhante.

No cotidiano, os principais instrumentos de medição são termômetro, balança, régua, aferidor de pressão dentre outros.

No automóvel, existem sensores que identificam situações no automóvel e emitem um alerta ao motorista, para que ele fique atento.

Um dos principais sensores que podemos destacar é o painel e seus respectivos sinais luminosos. Por exemplo, quando o veículo está com pouco combustível, um sinal específico acende, indicando que chegou a hora de abastecer.

Outro parece simples, mas é bastante importante, como indicativo de que o freio de mão está puxado e por isso o carro estará estável e firme.

Alguns desses sinais indicam problemas graves no veículo, por exemplo, quando a luz de óleo acende, indica problema na lubrificação interna do veículo e por isso, o carro deve ser parado imediatamente, para evitar um superaquecimento.

Além desses indicativos presentes no painel, existem outros acessórios que são acoplados ao veículo e podem emitir alertas. Um deles é o sensor de estacionamento dianteiro e traseiro.

Esse elemento facilita no momento de estacionar, pois emite sinais sonoros quando o veículo está muito próximo do outro ou da guia, evitando uma possível colisão.

Outro detalhe importante também se refere aos sensores laterais, que também podem ajudar nesse processo, principalmente quando é necessário estacionar entre carros, conhecido também como baliza.

Alguns carros mais modernos e atuais ainda possuem outros tipos de sensores e até mesmo, câmeras, como é o caso da camera de re. Com isso, o motorista nem precisa olhar nos retrovisores para estacionar, apenas para o painel e seus indicativos de como está o carro naquele momento.

Outros acessórios

Além desses sensores atuarem orientando o motorista sobre o espaço ou na ausência de combustível, internamente também existem elementos que trabalham interligados dentro de um veículo, com o objetivo de garantir seu funcionamento adequado.

Um desses sistemas é o de injeção eletrônica que trabalha na alimentação do combustível além de atuar no gerenciamento do motor, no seu quesito eletrônico.

É por meio desse sistema, que o motor consegue receber combustível na dosagem correta, controlando ainda sua queima e emissão de gases.

Para integrar esse sistema, existem diversos modelos de aparelho de injeção eletrônica, por exemplo: medidores de pressão, controle da vazão da bomba elétrica, limpeza e teste dos bicos injetores, sensor de rotação e outros.

Ainda sobre essa temática, outro aparelho importante é o scanner automotivo, que é um aparelho com a função de receber e impulsionar dados e parâmetros dentre de uma operação referente à injeção eletrônica de um veículo, detectando e corrigindo falhas dentro do sistema.

Você já ouviu falar em tacógrafo?

Muitos motoristas de veículos trabalham dirigindo para empresas, no transporte de produtos e cargas. O veículo pode ser um carro da empresa ou até mesmo um caminhão.

Como o uso desse veículo está sendo para fins comerciais e da profissão é importante ter elementos digitais que trazem acessos fáceis sobre o veículo.

Nesse caso um tacógrafo digital pode ser uma excelente opção. Ele é um instrumento destinado a veículos que precisam ser monitorados de acordo com sua velocidade e distância percorrida.

Esse instrumento consegue verificar também falhas e erros causados pelos motoristas e ainda ajude na prevenção de perigo à segurança dos mesmos.

Esse material também é conhecido como cronotacografo, e pode atuar tanto no controle como na verificação dos sistemas, por meio automatizado.

Vale destacar que os dados coletados são enviados para um central operacional. Esse instrumento é recomendado pela legislação, sendo que no caso de veículos utilizados profissionalmente, esse instrumento é obrigatório.

Ainda, existem vantagens em relação ao uso desse material, por exemplo:

  • Fácil de instalar;
  • Apresenta praticidade;
  • Traz mais segurança ao motorista e à empresa;
  • Apresenta longa vida útil;
  • É bastante resistente e durável.

Além disso, esse dispositivo apresenta um excelente custo benefício para a empresa que decide em investir nesse tipo de material.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *