Menu fechado

Saiba tudo sobre a calibragem do pneu de seu carro

Confira se você está cuidando de forma correta das rodas de seu veículo

Quando falamos sobre cuidados com os pneus de seu carro, que podem lhe render maior vida útil, citamos primeiramente a calibragem, ela será um dos itens que irão manter a conservação das rodas, diminuindo o desgaste.

Cuidando dos pneus de maneira adequada, você poderá economizar combustível e o desgaste prematuro das rodas, o que pode comprometer assim o desempenho de seu veículo.  Essa manutenção é tão importante quanto outros componentes como suspensão, freios e bateria.

A calibragem irá definir a área específica do pneu que entrará em contato com o solo, essa definição é baseada de acordo com o a carga do veículo, variando de acordo com o seu modelo.

É preciso atentar-se tanto à falta de calibragem, quanto ao excesso, pois ambos irão prejudicar na atuação de seu automóvel. Por exemplo, um carro  que não esteja com este item em dia perderá seu desempenho e passará a lhe render gastos desnecessários, tanto com as rodas, quanto com o consumo acima do normal de combustível.

Neste artigo você ficará por dentro de como calibrar corretamente, além de conhecer os sinais que seu carro lhe dará caso você esteja fazendo isto de forma errada.

Importância da calibragem correta

Um pneu que não esteja calibrado de modo correto oferece riscos à segurança do condutor e seus passageiros, porque assim ele terá resistência na hora do rolamento, aumentando o nível de consumo e o desgaste prematuro.

Quando a calibragem está baixa, ela fará com que se exija mais do motor, aumentando assim consumo de combustível, gerando a deterioração prematura da carcaça do pneu que ficará mais suscetível a prejuízos. Já quando a calibragem é excessiva, ocorre menos aderência ao solo, comprometendo a segurança na direção.

Além do que, a baixa ou alta calibragem provocam uma distância de frenagem elevada em relação ao automóvel da frente e também pode ocorrer o risco de aquaplanagem, pois o equilíbrio e a aderência ao solo serão reduzidas. Com sete libras a mais ou a menos do indicado, a vida útil deste item pode ser comprometida. Se ficarem cheios demais, irá haver mais desgaste no centro e as laterais serão mais afetadas.

O desconforto também será sentido no interior do veículo, já que os ocupantes irão sentir as oscilações das vias e das estradas facilmente.

A numeração exata para se calibrar, você poderá encontrar no manual do proprietário, ele irá seguir o padrão correto de pressão para o tipo de pneu usado no modelo de seu carro. Nele constam tanto o valor da calibragem, quanto a frequência que você deverá regular.

Se você tem um carro Duster e for até um posto de gasolina calibrar, porém esquecer quais valores constam em seu manual, poderá encontrar ele na parte de dentro das portas ou na tampa do tanque de combustível. Estarão especificados os valores de pressão para as rodas do eixo dianteiro e traseiro, já que ambos possuem necessidades diferentes.

Como calibrar

Muitos postos de gasolina oferecem esse serviço gratuitamente. Porém você poderá encontrar também em oficinas mecânicas ou em lojas que vendem pneus. No entanto escolha um local de confiança para regular o seu carro.

É importante se atentar que ao fazer a calibragem, as rodas não poderão estar aquecidas, tendo como base um quilometro de distância percorrida do seu ponto inicial, até o lugar onde irá calibrar.

Isso é necessário pois os pneus aquecem ao rodar e o calor provoca o aumento da pressão. Se atente da mesma forma se o calibrador está aferido, qualificado para que haja uma calibragem correta, sem prejuízos.

Para saber quando se deve calibrar, basta que fique de olho se o seu pneu está murcho, sendo necessário que se faça a calibragem urgentemente.

Outra dica importante é para que não haja a mistura do ar comprimido e o nitrogênio, no entanto caso o pneu já esteja com um dos dois e o condutor quiser fazer a mudança, será necessário que se esvazie completamente o pneu, tomado cuidado para que não provoque avarias nas laterais devido ao peso do carro.

Sinais que você está calibrando de maneira errada

Como já falamos, a calibragem irá cuidar da segurança de quem dirige e ocupa o veículo, porém um dos sinais aparente não tão comum, mas preocupante, é se o pneu está saindo do aro. Isso significa que você não está calibrando de maneira correta e está acontecendo o “detalonamento”, que ocorre, pois, a pressão está baixa ou o veículo muito pesado, estando desacordo com o peso que ele suporta.

Se há um Ônix a venda e você se interessar, veja com o proprietário a frequência que ele faz a calibragem. Pois se tratando de uma cidade que tem uma maior ocorrência de chuvas, é preciso ficar atento ao risco de aquaplanagem.

O pneu não estando calibrado adequadamente, a área que tem contato com o solo aumentará e irá empurrar a água para frente ao entrar em uma via molhada. Essa situação pode piorar, se acontecer o acumulo de água e se transformar no cenário ideal para a aquaplanagem, que é quando o veículo perde aderência e literalmente, escorrega na pista.

Um dano recorrente quando se calibra de forma incorreta, é o aparecimento de bolhas causadas pelo impacto da roda com buracos ou meio fio, isso pode reduzir a vida útil do pneu, pois se a bolha estourar irá comprometer a peça.

Cuidados com o seu estepe

Sendo um item reserva que será usado caso algum dos pneus estourem, ele é poucas vezes lembrado, a não ser no momento da precisão. Entretanto há precauções que você pode ter para que não tenha surpresas desagradáveis.

A primeira é se atentar se o pneu reserva não está careca, sendo que por lei é exigido que ele tenha ao menos 1,6 milímetros nos sucos, caso você não siga essa regra pode inclusive levar uma multa.  

Para que isso não ocorra, deixe-o de fora do rodízio de pneus, pois assim ele não será gasto e ficará preservado para quando houver imprevistos ou fiscalizações.

Outra dica é verificar seu prazo de validade, que seria em média cinco anos. Após esse período ele já entra em processo de deterioração da borracha, causando rachaduras e entortamentos motivados pela umidade.  

Curtiu este artigo? Esclareceu suas dúvidas sobre o modo correto de fazer a calibragem de seu veículo? Aproveite e compartilhe estas informações em suas redes sociais. Com certeza, mais pessoas poderão se atentar a esse item de grande importância!  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *