Menu fechado

Procedimentos importantes para melhorar a pintura do seu carro

carro

Ter um carro envolve não somente um conforto maior, mas também, um aumento das responsabilidades diante das leis de transito e seu departamento responsável.

O processo de compra de um veículo já envolve uma complexidade por meio da transferência de documentos, emplacamento, quitação do IPVA (imposto do veículo), além de realizar um laudo de vistoria veicular.

Esse laudo é realizado pelo departamento de transito e visa identificar irregularidades na documentação do veículo, placa, chassi e os elementos de segurança do veículo, como cinto de segurança e o extintor, por exemplo.

Além disso, esse procedimento é indicado principalmente para veículos com 5 anos ou mais de uso.

Em alguns casos, é necessário também o contato de um despachante financiamento de documentos, no caso de transferências de uma cidade a outra ou financiamento.

No entanto, depois que esses processos são finalizados e o carro começa a ser utilizado, é necessário que o proprietário esteja atento a outros detalhes.

O que é cristalização e envelopamento automotivo?

Com o passar dos anos, é comum que a pintura do veículo acabe sofrendo desgaste por conta da exposição ao sol e fatores externos, além de alguns riscos.

Com o tempo, o carro vai perdendo o brilho e sofrendo um desgaste em sua lataria, o que afeta sua estética. Por isso, a cristalização pintura automotiva pode ser uma excelente alternativa para quem deseja remover essas imperfeições por um preço mais acessível, e ainda conseguir uma pintura com mais brilho.

No entanto, o que seria essa cristalização e como ela é feita? Não se preocupe que explicamos a seguir.

A cristalização consiste na aplicação de produtos que ressaltem a pintura do veículo, sem alterar sua originalidade. Com isso, o cliente conseguiria remover os riscos e pequenas imperfeições da lataria do veículo por meio da aplicação de uma camada que protege o automóvel e sua pintura original.

Esse procedimento é indicado, principalmente, para elevar a durabilidade e vida útil de carros semi novos. A aplicação dessa cristalização é por meio de uma resina.

Antes do procedimento, o veículo é limpo para remoção de sujeiras como poeira, evitando mais riscos e manchas ao automóvel. É importante que esse processo seja feita por uma equipe especializada pois envolve melhorar o verniz do carro e trazer mais brilho.

É importante que o cliente aposte nesse processo para ter um cuidado maior com o carro, ainda mais para pessoas que precisam deixar o veículo exposto a fatores externos como o sol.

Outro tipo de procedimento bastante interessante é o envelopamento automotivo brilhante. Esse procedimento não visa manter a cor original do carro e pode ser feita em até 50% da cor original do veículo.

Para fazê-lo é necessário solicitar autorização do Detran, que é o Departamento Estadual de Trânsito. Para quem realiza esse procedimento sem comunicar ao órgão responsável pode receber uma multa e ainda, ter cometido uma infração grave.

Já com a liberação esse procedimento que consiste na alteração da cor do veículo pode ser feito. Assim como a cristalização, ele remove riscos e danos causados pela exposição de fatores externos e ainda dá uma nova cor ao carro, trazendo um aspecto de carro novo.

Esse material também serve como um elemento de proteção diante do sol, fezes de animais e riscos que podem ser adquiridos ao longo dos anos.

Dentre as cores, os clientes possuem diversas opções, dentre elas:

  • Preto (podendo ser fosco);
  • Branco;
  • Dourado;
  • Prata;
  • Vermelho;
  • Amarelo.

Por isso, para obter mais informações sobre esse procedimento, entre em contato com o Detran da sua cidade.

Outras aplicações no veículo

Além dessas opções de proteção da lataria do automóvel, é possível também proteger os vidros dos fatores externos, como incidência do sol, que pode ser um elemento que atrapalha no momento de dirigir.

Uma opção interessante é por meio da pelicula automotiva. Essa película pode ser aplicada no vidro em diferentes porcentagens e evita a entrada de luz solar.

No entanto, ela traz uma visibilidade de quem está de dentro para fora e ofusca a visibilidade de fora para dentro.

Com isso, o cliente consegue se sentir mais protegido, mas o Detran não permite que os vidros fiquem 100% sem visibilidade, pois em determinada porcentagem pode vir a afetar a visão do próprio motorista, além de impedir a identificação da polícia.

Por isso, a recomendação ao se buscar por uma película é apostar no uso do insulfilme para carro, que é bastante resistente diante dos fatores externos e os raios ultravioleta e conseguem trazer um melhor conforto à visão de quem dirige.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *