Menu fechado

Preparando o seu carro para a venda

Um dos maiores sonhos do brasileiro hoje em dia é ter a oportunidade de ter um carro. Seja ele usado ou novo, o importante é ser do gosto de cada um e também possuir alta qualidade, mesmo que com anos de uso.

Atualmente quase toda família brasileira possui um carro por garagem, isso porque o conforto e a facilidade de se locomover é muito maior com um elemento desse do que depender de transportes públicos e viagens por aplicativos.

Contudo, para se comprar, assim como para se vender um carro, há variados trâmites a serem resolvidos e muitas burocracias, pois é realmente algo muito grandioso para ser comprado, então é preciso muita paciência.

E para que você entenda um pouco mais sobre como isso funciona e como é a relação de venda de cada pessoa, acompanhe esse texto, pois iremos explicar quais as devidas preparações para que seja possível vender um carro.

Documentação em dia

Primeiramente, iremos falar sobre a inspeção veicular que deve ser feita na hora da venda e da compra de um veículo. Com ela, será possível ter um laudo sobre todas as condições do carro e se ele está apto para ser vendido.

Há dois tipos de inspeções, que são a técnica veicular e a ambiental. A inspeção técnica veicular é regulamentada pelo CONTRAN, que é o Conselho Nacional de Trânsito e visa verificar todos os elementos do automóvel e garantir seu funcionamento por completo.

Ela necessita estar no laudo veicular preço, pois sem esse serviço o licenciamento não ocorrerá. Enfim, alguns dos exemplos de avaliação dessa fase são:

  • RENAVAM;
  • Equipamentos obrigatório;
  • Sinalização e iluminação;
  • Mecânica;
  • Vidros, bancos e portas;
  • Elétrica.

Já a inspeção ambiental é feita pelo CONAMA, um órgão ambiental que é responsável por entender a relação entre meio ambiente e poluição dos carros, e nesse ponto a emissão de gases poluentes e ruídos serão testados.

Nessa fase, é utilizada a forma de Plano de Controle de Poluição Veicular (PCPV), que é uma das mais ativas e certeiras sobre como melhorar e também controlar a qualidade do ar em relação aos carros.

Enfim, após todos esses testes e afins, a transferencia de veiculo poderá ser realizada, caso o carro esteja em perfeitas condições. Assim o usuário terá algo de qualidade em suas mãos e não prejudicará o meio ambiente.

É importante lembrar também a importância de todas essas burocracias, porque a garantia de que todos os passos estão corretos é essa. Então além de vistoriar o carro, ainda alega e garante que nenhum golpe está sendo aplicado.

Então se você acha que é muito trabalho e prefere fazer um “rolo”, pense duas vezes, pois pode estar sendo enganado e comprando um veículo que não está apto para rodar.

Película

Um ponto interessante a se pensar na hora de vender um carro é instalar uma película arquitetônica, que possui controle solar, um alto padrão de qualidade e, além de tudo isso, ainda proporciona privacidade.

Essas películas reduzem o calor, protegem os bancos e a mobília do carro, ajudam a produtividade do ar condicionado, proporcionam maior economia em todos os gastos e ainda impedem que os raios ultravioletas penetrem no local.

Decalque

Hoje em dia, um dos procedimentos obrigatórios para a venda de um carro, é fazer o decalque do chassi, justamente por causa de roubos e furtos. O veículo, quando for emplacado a primeira vez, deve ter esse processo realizado.

Essa medida, hoje em dia, é tomada para que todos os proprietários fiquem mais tranquilos e principalmente protegidos, pois será mais fácil resolver alguma adversidade se for necessário, principalmente se ocorre desmanche ilegal dos veículos.

Para que seja possível fazer este decalque, é necessário esperar que o emplacamento fique pronto. Após isso, de uma forma muito facilitada, ele pode ser finalizado. É somente pegar um papel e um lápis, colocar o papel em cima da placa e riscá-lo com um lápis.

No entanto, se o chassi não estiver totalmente aparente, você deverá pedir um documento que revele e comprove os números e toda a documentação do carro, para que você possa provar quando necessário.

Sabemos que o processo de venda é um pouco complicado, mas seguindo a ei corretamente assim como falamos, com certeza valerá mais a pena e você terá o carro ou o dinheiro em mão rapidamente e sem nenhuma dor de cabeça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *