Menu fechado

Pintura automotiva: o que é necessário?

Arranhões, marcas de ferrugem e os descascados na pintura acabam deixando a aparência de um carro prejudicada. Isso porque, além de deixar o automóvel suscetível a outros danos mais sérios.

Nesse cenário, o mercado de funilaria e pintura automotiva entra para corrigir a pintura nas áreas danificadas e proteger a parte externa do carro.

O processo de pintura é simples e pode ser realizado até mesmo pelos próprios donos dos automóveis. No entanto, para garantir resultados satisfatórios, é importante seguir algumas dicas.

Entre os materiais necessários para realizar uma pintura automotiva, estão: compressor de ar como o compressor shulz, pulverizador de tinta, lixadeira elétrica com serras, lixa de mão 120-600-1200-1500, solventes utilizados para limpar as superfícies, fita crepe, primer e tinta.

Um outro equipamento que auxilia no processo de pintura é a estufa de pintura. Essa ferramenta tem como objetivo facilitar a secagem da tinta, seja a pintura feita no carro todo ou em alguma de suas peças.

O modelo da estufa varia de acordo com as dimensões ou o meio de aquecimento. Como ela permite que o automóvel seque sem precisar desmontar sua parte elétrica, o trabalho é feito de forma mais rápida e objetiva.

estufa de pintura preço funciona com a circulação forçada de ar quente, que pode chegar a temperatura de até 80° C.

Como fazer uma pintura automotiva

Confira abaixo o passo a passo para pintar um automóvel:

  • Prepare a superfície do automóvel;
  • Lixe toda a superfície do carro;
  • Aplicação do Primer;
  • Técnica de pulverização;
  • Pintura e acabamento.

Para começar, é preciso lavar o carro ou as partes que serão pintadas para tirar a poeira e cobrir as partes que não serão pintadas.

O segundo passo é lixar a parte que será pintada, pois o melhor acabamento é feito quando esse processo de lixar chega até a estrutura do metal do carro.

O objetivo é chegar numa superfície lisa e uniforme e, chegado esse momento, limpe toda a poeira e espere para que os resíduos do diluente sejam totalmente evaporados.

Cada tinta necessita de uma quantidade específica de primer. Nessa etapa, o primer deverá ser misturado com os diluentes segundo as indicações da pintura.

Antes de pulverizar diretamente na área que você deseja pintar, treine a sua técnica de pulverização em algum objeto antigo que possuir em casa, de modo a alcançar uma pintura mais uniforme.

Uma dica é iniciar a pintura do automóvel a partir do teto, aplicando o primer em algumas camadas finas, de maneira uniforme. Espere o tempo correto de secagem indicado nas instruções do primer.

Assim, essa superfície que foi preparada adquire um acabamento com cara de empoeirado e, para deixá-la lisa para as demais camadas, lixe-a levemente.

Limpe o equipamento de pintura eletrostática e use um pano ligeiramente umedecido com diluentes. Cuidado com a quantidade de diluente aplicado para que não retire essa primeira camada de primer.

Posteriormente segure a pistola para pintura a aproximadamente seis centímetros do objeto a ser pintado e pulverize em movimentos de uma lateral até a outra.

Mas lembre-se de só apertar o gatilho quando estiver com a pistola em movimento, pois se mantiver ele pressionado, a tinta pode acabar ficando mais grossa em alguns pontos.

Assim como foi feito com o primer, a tinta também deve ser misturada com os diluentes seguindo as recomendações da pintura. Com a mesma técnica utilizada para aplicar o primer, aplique a tinta.

Normalmente, são necessárias de três a quatro camadas, obedecendo o tempo de secagem recomendado nas instruções.

Lembre-se sempre de limpar todo o resíduo em pó da superfície e em seguida passe duas camadas de laca transparente.

Duas semanas depois, é preciso polir as superfícies que foram pintadas. Para isso, utilize uma politriz e faça movimentos circulares.

Vale ressaltar que a assistência técnica compressor Schulz garante auxílio à todas as peças visando melhorar a qualidade do trabalho e oferecer mais garantia às empresas.

O que é a pintura eletrostática

A pintura eletrostática, também conhecida como lacagem, é um processo de pintura que tem o objetivo de revestir o ferro, alumínio ou algum outro metal por meio de uma película polímero termo-endurecível colorido. Ou seja, tinta em pó, que existe em diversas cores.

A pintura eletrostática se diferencia ao usar um processo de fixação da tinta por meio de cargas elétricas, garantindo uma pintura mais resistente e efetiva. Uma outra vantagem é que a tinta é ecológica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *