Menu fechado

O processo de blindagem e pintura de veículos

pintura

tinturaOs carros são sem dúvida um dos objetos mais desejados pelas pessoas, e isso por diversos motivos, sendo um deles, o de fazer o transporte mais rápido, garantindo o dinamismo e outras vantagens.

Por sua vez, os carros não se tornam apenas elementos de transporte, mas também representam as pessoas que são seus donos, e por sua vez, acontece que os perfis das pessoas refletem no lado estético do carro, como no caso das pinturas.

Além disso, é possível ver também uma preocupação com a segurança, por conta do aumento da criminalidades, os donos acabam investindo na blindagem dos carros. Da maneira que um carro blindado oferece mais segurança.

Existem diversos tipos de blindagem e também de pinturas automotivas, de modo que conhecê-las é essencial para fazer a escolha correta.

Pinturas automotivas

Comprar um carro já com a cor que deseja nem sempre é possível ou devido ao grande tempo de uso a tintura do carro pode desbotar, sofrer danos, sendo esses alguns dos motivos que faz dela algo necessário.

O primeiro passo é legalizar a nova pintura, após isso é necessário escolher o tipo de tintura, para que assim, se consiga ter um serviço impecável. Existem três tipos principais de pinturas que podemos elencar:

  1. A automotiva sólida;
  2. A automotiva metálica;
  3. A automotiva perolizada.
  4. Candy e Flake

1. Pintura sólida

É o tipo de pintura considerada mais básica e está presente em grande parte dos veículos. De forma geral, essa pintura contém pigmentos de cores e estão usualmente disponíveis nas cores branco, vermelho e também preto.

As tintas usadas nessa pintura sólida são as que contêm em sua composição poliéster e também poliuretano. A diferença é que o poliéster precisa de uma aplicação de verniz, o que não é preciso no caso do poliuretano.

Esse tipo de pintura, é simples, fácil e barata, e não modifica o valor do veículo. A pintura sólida pode ser feitas em cabine de pintura pequena, por ser uma pintura simples e rápida.

2. Pintura metálica

Essa pintura tem custos adicionais, por possuir os chamados pigmentos de alumínio dentro de sua fórmula, e passa por um procedimento chamado carga de efeito, que faz um adição ao pigmento de uma camada de laca e flocos de alumínio.

Quando corre a luz sobre o automóvel, se apresenta um reflexo mais forte fazendo com que a cor seja mais viva. A vantagem da pintura metálica é que ela é mais vibrante, além do veículo parecer mais limpo e brilhante.

3. Pintura perolizada

Além dessas duas pinturas feitas em cabine de pintura preço, existe a chamada pintura perolizada, que é a mais elaborada. A base dessa tintura é feita por mica, um tipo de mineral e também pó de pérola, ambos dão a sensação de cores diferentes, dependendo da luz e da posição do carro.

4. Candy e Flake

Depois desses três tipos mais comuns de pinturas, que já vem de fábricas e que podem ser refeitas nas oficinas de pintura, existem também as pinturas candy e flake.

Esse tipo de pintura se dá por meio de uma tinta semi transparente que tem a finalidade de fazer resultados intensos. Essa tintura produz efeitos de profundidade e da um brilho metálico potencializado por luzes e raios solares.

Blindagem de carros

As blindagens do carro podem ser feitas de duas formas, da utilização de certas estruturas, por exemplo, a aramida e a liga reativa, conhecida como resina. E a utilização dos vidros blindados. Essa última é a escolha mais usada.

Os vidros blindados são formados com estruturas de policarbonatos, termoplásticos e também de lâminas de vidro. Normalmente esses vidros são compostos por um revestimento macio com carbono a base de polímero e também um revestimento mais duro, com polímeros a base de silício.

O plástico garante a resistência de grandes impactos, por exemplo, um tiro, fazendo com que o projétil seja deformado. Existem alguns níveis de blindagem:

Nível 1

São as blindagens mais básicas, e tem como resistência a balas, suportando disparos de calibre 32 e 38, mas nada superior a esses dois.

Nível 2 e 3-A

Pertencem ao mesmo patamar, porém a blindagem nivel 3a é a mais usada no Brasil. Eles possuem resistência aos calibres de 9mm e magnum 357 e nada mais elevado.

Assim, tanto a pintura, como a blindagem de carros servem para fazer com que ocorra a valorização do automóvel, e também garantem a segurança dos processos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *