Menu fechado

Informações sobre a carteira de motorista

Tirar a carteira de motorista é o objetivo da maioria dos jovens que deseja dirigir e ter independência de ir e vir. A principal premissa para alcançar esse objetivo é completar dezoito anos, a maioridade.

Acontece que muitas pessoas não sabem por onde começar e, além disso, qual automóvel escolher. Motos ou carros, essa é uma dúvida na vida da maioria dos jovens.

Cada automóvel possui suas características, vantagens e desvantagens. Por isso, é importante compreender melhor os processos para tirar a carta de motorista e qual é o veículo que mais se encaixa nos objetivos e intuitos pessoais de cada um.

Motos e carros: características e vantagens

Quando se fala em economia, a primeira coisa que vem a cabeça é a habilitação de moto. Esse tipo de veículo possui um custo muito abaixo de um carro, além de ter manutenção e combustível mais baratos também.

Além do baixo custo, a moto também faz com que o motorista economize tempo no trânsito e ache vagas mais rapidamente, já que é muito mais fácil estacionar uma moto do que um carro, até por conta de seu tamanho menor. Assim, investir em motos pode ser uma opção muito interessante e econômica.

Os carros possuem custo mais alto em relação à moto, mas também têm diversas vantagens. Por exemplo, no quesito de segurança, o carro ganha disparado.

A estrutura do carro é programada para que em casos de impacto o motorista se machuque menos. Além de possuir cintos de segurança, os carros têm sistemas de proteção com Airbag, célula de sobrevivência e coluna de direção com absorção de energia.

Ter habilitação de um carro, possibilita que amigos ou familiares possam se deslocar juntos, pois tem opção de vários lugares. Além disso, para famílias que possuem um bebê, é uma opção que permite fazer viagens com a criança no carro, permitindo a instalação de suportes para transportá-los em segurança.

Em relação ao tempo, com o carro é possível sair de casa independentemente da chuva ou ventania, dando a possibilidade de escolha ao motorista que deseja sair em tempos chuvosos.

É importante lembrar que independentemente da escolha, antes de comprar o veículo escolhido, é imprescindível que o mesmo passe por uma vistoria veicular (procedimento que assegura que o automóvel não possui nenhum defeito ou está fora da lei em algum aspecto).

Procedimentos para tirar a CNH

Existem muitas vantagens em tirar a CNH, mas para isso é preciso se atentar em alguns pontos importantes.

Na hora de decidir tirar a carteira de motorista, o candidato vai optar entre três tipos de carteira: CNH A (para dirigir somente motos), CNH B (para dirigir somente carros) ou CNH AB (para dirigir motos e carros).

Mas antes disso, é preciso:

  • Escolher uma autoescola;
  • Deixar os exames atualizados;
  • Realizar o curso teórico;
  • Realizar o exame teórico;
  • Realizar as aulas no simulador de direção;
  • Cumprir todas as aulas práticas;
  • Realizar e ser aprovado no exame de direção final.

Exemplificando melhor os tipos de CNH, as pessoas que optam pela categoria A, escolhem uma carteira para condutores de veículos motorizados, sendo eles de duas ou três rodas.

Já na Categoria B, são os condutores de passeio com peso máximo de três toneladas e meia, lotação de até oito pessoas – sem contar com o motorista.

No caso da categoria AB, o condutor já deve ter habilitação A ou B, assim pode tirar a AB. Essa solicitação pode ser feita no DETRAN.

É muito importante que a carteira esteja sempre seguindo as normas de validade. Caso contrário, é imprescindível que o motorista solicite o despachante renovação de CNH.

Assim, fica evidente que tirar a carteira de motorista é um processo que exige do candidato muita responsabilidade e paciência, além de ser repleta de vantagens.

É preciso que o indivíduo realize todas as etapas, tanto as burocráticas como de tomada de decisão sob qual veículo direcionar sua CNH.

Dessa forma, qualquer atitude que fuja do código de trânsito brasileiro, deverá passar pela solicitação de um laudo ECV (empresas credenciadas de vistorias).

No restante, é só dirigir com responsabilidade, afinal no trânsito, além da sua vida, você deve zelar por outras pessoas (não só as que estão em carros ou motos, mas também os pedestres que estão nas vias).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *