Menu fechado

Informações legais que todo motorista precisa saber

Se tornar motorista é um processo que exige paciência e dedicação. Da Aula de direção auto escola até os testes práticos do Departamento Nacional de Trânsito (Detran), há muitos detalhes e especificações que exigem preparo por parte do futuro condutor.

Antes mesmo de tirar a CNH, é importante pesquisar sobre o processo para não ter surpresas no meio do caminho.

Afinal: existe alguma limitação que impeça uma pessoa de tirar o documento? Quais são as etapas para obter a carteira? Como garantir uma boa Aula de direção auto escola?

Essas são dúvidas comuns na cabeça de quem deseja seguir esse caminho. Se você faz parte do grupo que se identifica com esse assunto, continue lendo esse post e confira algumas informações que todo motorista precisa saber!

Aula de direção auto escola: o primeiro passo

O processo para a retirada da CNH é feito em etapas. Antes da Aula de direção auto escola, o aluno precisa fazer aulas teóricas e realizar uma prova com questões de múltipla escolha relacionadas ao Detran.

Depois disso, a média de tempo para aulas práticas é de 25 horas/aula, sendo que uma porcentagem precisa ser realizada no período da noite.

É recomendado também que dentro dessa quantidade de aulas, 5 horas sejam destinadas à prática com simulador. Vale destacar que o uso desse item recentemente se tornou opcional, conforme decisão do governo federal.

Antes de escolher uma autoescola, é importante fazer uma aula de direção experimental e conhecer os instrutores.

Durante esse processo, muitas dúvidas e emoções são despertadas e, por isso, manter a calma ajuda no aprendizado de algo que gira em torno de tanta responsabilidade.

Um bom termômetro para medir se o formato e estilo da aula contempla suas expectativas é fazer o checklist abaixo:

  • Considere a experiência dos instrutores;

  • Busque uma autoescola com referências;

  • Procure instituições focadas nas exigências do teste do Detran;

  • Pesquise a grade da autoescola e opte pelas mais completas.

Cfc para reciclagem: saiba como funciona

Toda violação das leis de trânsito gera pontos na CNH. Quando as infrações são gravíssimas e acumulam uma pontuação de 20 no período de 12 meses, é necessário que o motorista faça o cfc para reciclagem.

Na prática, essa é uma formação para os motoristas infratores relembrarem as leis de trânsitos e renovarem os conhecimentos necessários para uma direção responsável.

Geralmente o conteúdo inclui primeiros socorros, legislação de trânsito e direção defensiva. Há locais específicos para a realização do cfc reciclagem e é muito importante escolher um centro de formação que seja reconhecido pelo Detran.

O curso tem, em média, uma carga horária de 30 horas. É possível realizar as aulas no formato presencial ou online.

No final das aulas, o condutor faz um exame, aplicado pelo próprio centro do condutor. Em resumo, quem ultrapassa o limite da pontuação cnh e tem o direito de dirigir suspenso, precisa fazer o curso para reforçar os seguintes conhecimentos:

  • Legislação de trânsito;

  • Conhecimentos de direção defensiva;

  • Aulas de primeiros-socorros;

  • Tipos de sinalização.

Ainda neste contexto, vale reforçar a importância de buscar um despachante autorizado para realizar o processo de renovação da carteira.

Na prática, o despachante renovação de cnh é essencial para regularização da situação do motorista que cometeu as infrações junto ao Detran.

Não é à toa que esse é um canal direto entre a pessoa que está fazendo reciclagem e o órgão oficial.

Para garantir que esse processo seja realizado da melhor forma possível, não esqueça de pesquisar a experiência dos profissionais deste mercado e pesquisar a reputação da empresa de despacho.

Cuidados com a carteira de motorista

Considerando a burocracia que é o processo de retirada e renovação da carteira de motorista, tomar alguns cuidados para preservar esse direito é algo necessário.

Antes da habilitação definitiva, vale lembrar que o condutor recebe uma CNH provisória, também conhecida pelo termo Permissão Para Dirigir (PPD).

O documento tem validade de um ano até que o condutor ganhe o direito definitivo.

Durante esse período, as infrações também contam na pontuação cnh, por isso, toda cautela é válida na hora de pegar o volante.

De acordo com o artigo 148 do Código de Trânsito Brasileiro (CBT), o artigo 3º faz referência justamente às condições para concessão do documento depois de uma ano.

O documento só é entregue ao condutor que não tenha cometido infrações de ordem grave, gravíssima ou seja reincidente nas infrações médias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *