Menu fechado

Habilitação de motoristas e manutenção de veículos

A condução de veículos e motos é o sonho de diversas pessoas, isso porque dirigir vai além da praticidade de transportar pessoas e coisas, mas também representa um estilo de vida independente e mais confortável.

Entretanto, para que se tenha a habilitação para dirigir, é preciso passar por um centro de condutores que ensinarão não somente a prática, mas a parte teórica do trânsito e suas leis.

Como tirar a habilitação para dirigir?

Antes de começar o processo para tirar a carteira de motorista (ou mais formalmente chamada de CNH – Carteira Nacional de Habilitação), é necessário ter 18 anos, ser alfabetizado e possuir documentação de identificação, como RG e CPF.

Tendo esses requisitos, deve-se dirigir ao DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) e fazer o cadastro biométrico.

Em algumas cidades há o Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito) onde é possível fazer esse procedimento, além disso, pode-se fazer o cadastro no Poupatempo.

Depois de feito o cadastro no Poupatempo, o condutor recebe uma autorização para realizar os exames médicos e psicotécnicos. As clínicas que efetuam esses cadastros são autorizadas pela secretaria de trânsito da cidade.

Os testes físicos consistem em:

  • Teste de visão;
  • Eficiência motora;
  • Pressão;
  • Psicotécnico.

O médico pode reprovar o candidato se por um acaso detectar algum problema grave ou estabelecer um limite para uma nova avaliação.

O teste psicotécnico consiste em uma avaliação da condição mental e emocional do candidato. Geralmente as pessoas ficam nervosas para realizar o teste e acabam sendo reprovadas, tendo que realizar a prova novamente.

Curso teórico no CFC

Após realizar esses procedimentos, o candidato se inscreve em um CFC – Centro de Formação de Condutores também conhecido como autoescola.

Esse centro não é apenas indicado para pessoas que queiram tirar a habilitação pela primeira vez, mas também para quem fará uma adição categoria A, B, C ou D, como também outros processos semelhantes.

O centro de formação de condutores ministrará um curso teórico de, aproximadamente, 45 aulas. Esse curso teórico lida com as práticas de direção defensiva, noções de legislação de trânsito e mecânica básica (como cuidados a serem tomados com o veículo, regulamentação de vistoria veicular e outros).

Feito o curso teórico o candidato deve realizar uma prova e se passar recebe uma LADV (Licença de Aprendizagem de Direção Veicular) e pode começar as aulas práticas.

Curso prático CFC

O curso prático consiste em 20 aulas dentro do veículo de aprendizagem, sendo cerca de 4 horas em período noturno.

No ano de 2019, a obrigatoriedade do uso do simulador caiu, dessa forma, o candidato que escolher usar o simulador pode optar por fazer 15 aulas dentro do veículo e cinco aulas no simulador.

Após as aulas práticas e o instrutor verificar que o candidato está apto, a autoescola emite um certificado de conclusão de aulas e é agendado o dia do teste prático. Caso não passe no teste, é cobrado uma taxa e será realizado novamente dentro de 15 dias.

Licença para dirigir

Se o candidato passar na prova prática, ele recebe uma licença para dirigir que tem o prazo máximo de um ano. No final desse período, se o motorista não possui nenhuma falta grave, ou ter no máximo uma multa de caráter médio (4 pontos na carteira), ele pode solicitar a CNH definitiva que valerá por cinco anos.

Além da primeira habilitação, existe dentro do CFC o curso de auto escola para habilitados que ajuda pessoas que perderam a carteira ou que querem ter a confiança de dirigir novamente. A aula para habilitados serve para quem quer mudar de categoria ou agregá-la a carteira.

Na primeira habilitação só se pode tirar a carteira de carro e moto, respectivamente categoria B e A. Nesse sentido, após um ano, pode tirar categoria C ou D com o acréscimo de 25 aulas.

Todos esses procedimentos existem para a formação de um condutor responsável tanto pelas leis como pelo seu carro, sempre atentando para a realização da vistoria cautelar completa do carro, que zela pelas normas de trânsito e assim por diante.

Dessa maneira, o CFC é de suma importância para a vida em comunidade, pois educa os futuros motoristas em relação ao respeito, segurança, direção defensiva no trânsito. Esse tipo de medida é capaz de evitar acidentes e contribuir para um trânsito melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *