Menu fechado

Elementos indispensáveis em um caminhão

Existem vários tipos de veículos, inclusive o caminhão, que é de maior porte e pode ter variados tamanhos e alturas. Para dirigir um caminhão é necessário ter uma habilitação especifica, já que seu uso envolve maior noção de direção, condução e estacionamento.

Muitos trabalhadores ganham a vida como caminhoneiros e passam horas em estradas, transportando cargas dos mais variados modelos.

Mas, existem alguns elementos que atuam na certificação dos caminhões, no que se refere desde sua estrutura como equipamentos de segurança, assim como transporte de carga e documentação correta.

Um dos materiais importantes nesse processo se refere ao uso do tacografo. Você sabe o que é esse aparelho e para que serve? Não deixe de conferir!

É caminhoneiro? Entenda a importância do tacógrafo

O tacógrafo é um instrumento de medição muito utilizado na logística dos transportes. Sua função é registrar o tipo de distância que foi percorrida e qual foi a velocidade registrada.

Ou seja, por meio do uso desse aparelho é possível registrar o tempo de deslocamento do caminhão, auxiliando na monitoria da carga.

Ainda, o tacógrafo digital auxilia a polícia rodoviária a conseguir conferir os dados do motorista, o tipo de carga e sua quilometragem.

Esse aparelho recebeu também influência da tecnologia, podendo substituir os modelos analógicos ( que são mais comuns) para o digital, com dados mais precisos. Nesse tipo de tacógrafo é possível registrar o percurso como se fosse um gráfico, além de disponibilizar diagramas.

No tacógrafo eletrônico é possível instalar também o nome do motorista e uma previsão da data e local que ele deve chegar com a carga, finalizando a viagem.

Vale ressaltar que para quem mexe com caminhões e trabalha com isso, o uso dos tacógrafos são obrigatórios e exigidos pelo Código de Trânsito Brasileiro. Além disso, existem outras obrigatoriedades aos motoristas também, por exemplo:

  • Utilizar o cinto de segurança;
  • Respeitar a velocidade permitida na via e pela empresa;
  • Assumir uma direção defensiva;
  • Estar com a documentação em dia.

Ou seja, seguindo essas regras e fazendo o uso desse equipamento, o motorista assume mais segurança durante seu trajeto, além de respeitar as normas de trânsito.

Além dos cuidados com documentação e responsabilidade, é importante verificar o veículo e seu funcionamento, fazendo sua manutenção de forma correta.

Manutenção do veículo: importância da injeção eletrônica

A injeção eletrônica é um equipamento que é responsável pelo envio de combustível de forma controlada, para o motor do veículo.

Com isso, é possível garantir um equilíbrio nesse processo, ajustando o envio a depender na necessidade do motor. Isso aumenta a eficiência da máquina, por meio do ajuste de sua alimentação.

Como os veículos emitem gases tóxicos que afetam o meio ambiente, o objetivo principal da injeção eletrônica é reduzir a emissão desses gases, reafirmando uma importância ambiental e com a natureza.

Esse sistema é composto por vários elementos, também conhecidos como “aparelho para injeção eletrônica”. Dentre eles podemos citar o uso de sensores, que são utilizados para a transferência de informações e estão presentes em partes consideradas estratégicas do motor.

Os sensores são responsáveis por fazer algumas análises e verificação de:

  • Pressão;
  • Temperatura;
  • Umidade;
  • Velocidade;
  • Queima do combustível.

Esse sistema atua de forma inteligente, tanto que se um dos sensores parar, a injeção eletrônica consegue realizar o armazenamento e registro do problema. Ao diagnosticar um problema mais intenso, no painel, existe uma luz que acende, indicando que a injeção está com problemas.

Além dos sensores, também existe um sistema que funciona como uma central de informações, e possui diversas unidades de comando.

Ela atua no gerenciamento do motor, sendo responsável por seu funcionamento. Nesse processo também existem os atuadores que funcionam sendo responsáveis tanto pela alimentação como pela queima do combustível no motor.

Dentre os exemplos que atuam nesse sistema, podemos citar a presença de bomba de combustível, assim como bombinhas e motores de passo.

Esse sistema é de extrema importância e está presente na maioria dos veículos, por exemplo, na carreta.

Além disso, o sistema de injeção eletrônica é obrigatório nos carros, não sobrecarregando o motor para que ele trabalhe de forma correta em relação ao consumo do combustível. Isso é bom até para o bolso do consumidor que não precisa gastar tanto com álcool ou gasolina.

Unindo eficiência, economia e responsabilidade ambiental, esse sistema pode fazer toda a diferença em um automóvel, desde que esteja funcionamento corretamente e passe por manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *