Menu fechado

Detalhes dos tipos de direção

Antigamente, o sistema de direção mecânico era o mais utilizado e os motoristas tinham uma experiência completamente diferente da de hoje com seus veículos.

A principal desvantagem do sistema de direção mecânico é que ele exige esforço físico do condutor durante as manobras.

Atualmente, praticamente todos os carros possuem o sistema de direção elétrico ou hidráulico.

Neste artigo, você vai entender mais sobre esses dois sistemas, com a suas vantagens e desvantagens.

Sistema de direção hidráulico

A direção hidráulica é o sistema mais antigo e também o mais popular. A grande maioria dos carros se valem de um sistema hidráulico de direção atualmente.

A mecanica de direção hidraulica é simples, valendo-se de uma bomba, que faz o óleo pressurizado circular no interior da caixa de direção.

No momento da manobra, o óleo exerce pressão para gerar uma resposta maior ao estímulo gerado, como se fossem dois pistões.

O oleo para direção hidraulica precisa ser trocado de tempos em tempos. Isso varia de acordo com o modelo do carro, mas de uma maneira geral é recomendado que esse óleo seja trocado a cada 50km percorridos pelo veículo.

O circuito hidráulico é fechado, o que significa que o óleo é usado e reutilizado sempre. Como não há uma mudança constante de óleo, surge a necessidade de troca por um novo.

kit direção hidraulica precisa passar por uma manutenção periódica, pois há risco de vazamento e isso danificaria outras peças do carro, como mangotes, conexões metálicas e partes da suspensão.

De forma geral, o sistema hidráulico é composto pelos seguintes componentes:

  • Linhas de fluido;
  • Bomba hidráulica;
  • Caixa de direção;
  • Coluna de direção;
  • Pistão;
  • Cremalheira.

Quando há um vazamento, ele costuma acontecer na caixa de direção e prejudica as estruturas ao seu redor.

As linhas de fluido são as passagens para o óleo pressurizado, permitindo a interferência na direção. Obviamente, o volante também faz parte desse sistema, assim como a árvore de direção.

Sistema de direção elétrico

direção eletrica está presente nos carros mais luxuosos, é mais moderna e sua performance, de maneira geral, é melhor.

Existem dois tipos de direção elétrica: a que é totalmente elétrica e a que é parcialmente elétrica, chamada de eletrohidráulica.

O óleo não faz parte do sistema em nenhuma quantidade, principalmente quando se trata da direção totalmente elétrica, em contraste com a direção eletrohidráulica, que possui óleo em seu sistema.

O sistema de direção eletrohidráulico é como o sistema hidráulico, a única diferença é que o seu acionamento não ocorre a partir do motor do carro, mas por um motor elétrico próprio.

Isso apresenta vantagens em comparação com a hidráulica, pois qualquer problema no motor não irá afetar diretamente a direção.

Os volantes de carros com direção elétrica enviam um sinal para o módulo elétrico, que aciona o motor elétrico do carro.

Atualmente, os motores elétricos são muito utilizados, presentes em quase todas as máquinas industriais. Isso se deve ao fato de serem muito potentes e duráveis.

Nesse tipo de sistema de direção, o motor elétrico ocupa o espaço de uma bomba hidráulica.

Nesse sistema, há sensores responsáveis por enviar dados sobre rotação e velocidade do carro à central de controle, resultando em um funcionamento mas eficiente e preciso.

O ponto negativo é que o risco de pane elétrica sempre está presente, mesmo que não seja algo provável.

Em caso de pane, o carro não fica inutilizado, você continua dirigindo, mas o volante apresenta rigidez e é como se o carro possuísse um sistema de direção mecânico.

Independe do tipo, os sistemas de direção precisam de manutenção regular. Dentre os dois sistemas, a manutenção do hidráulico é a mais complicada, por envolver mais fatores, como o óleo, a mangueira, a bomba e outros equipamentos.

O sistema elétrico é mais simples, o que implica em mais uma vantagem para esse tipo.

Por fim, pode-se afirmar que a direção elétrica, tecnicamente falando, é a melhor. Entretanto, isso não significa que seja a melhor opção para o seu carro.

Em termos de conforto ao dirigir, os dois sistemas são equivalentes. Eles proporcionam grandes respostas para pequenos estímulos, não sendo necessário realizar esforços para fazer as manobras.

O volante do sistema elétrico é tão sensível que você pode dirigir com apenas um dedo sem grandes problemas.

A menor necessidade de manutenção é, sem dúvida, uma vantagem, mas talvez não compense o dinheiro a mais investido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *