Menu fechado

Conhecendo mais sobre a burocracia de transferência de veículos

Para fazer a transferência de praticamente qualquer bem é preciso passar por certos tipos de burocracias, que devem ser seguidas à risca.

Isso porque pode evitar problemas jurídicos. Além disso, essas normas são feitas para manter uma segurança adequada para os veículos continuarem circulando em vias públicas sem oferecer qualquer tipo de risco. Vamos ver neste artigo os principais pontos sobre as burocracias envolvidas na transferência de veículos.

Laudo veicular

O laudo veicular deve ser feito de acordo com o os dados estabelecidos pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro), que formula alguns dados e informações que devem ser seguidas para que a regulamentação correta do veículo seja emitida.

A emissão desse laudo visa contribuir para a redução de acidentes. De modo geral, o laudo veicular preço é acessível e de acordo com o mercado, podendo ser feito em algum local certificado e que atenda a todas as regularidades necessárias. O laudo é normalmente dividido em dois procedimentos.

O primeiro consiste na vistoria, essa é a fase em que toda a documentação do veículo junto com toda a parte externa é verificada, essa vistoria é importante para entender se a lataria junto com os funcionamentos visíveis estão em perfeito estado.

Outro item que é verificado é o licenciamento do veículo (isso é obrigatório somente para carros com fabricação anterior a 5 anos).

O segundo passo é a inspeção. Essa parte é conduzida por algum técnico qualificado com certificado no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), em que o especialista testa de todas as formas possíveis as condições de locomoção e uso do veículo, verificando de forma minuciosa se existe algo que pode atrapalhar o uso correto do carro.

Os principais aspectos que o técnico deverá verificar no veículo são:

  • Farol alto, farol baixo, luzes piloto, luz de placa;
  • Espelhos retrovisores;
  • Limpadores de para-brisa;
  • Funcionamento do velocímetro;
  • Para-choques dianteiro e traseiro;
  • Triângulo;
  • Extintores de incêndio (validade).

O técnico verificará na hora quais são os principais testes a que o veículo deve ser submetido, para garantir que a transferencia de veiculo seja feita de forma segura, sem apresentar danos jurídicos e/ou físicos a qualquer tipo de pessoa.

Adiantando documentos para a emissão do laudo

Para ter a emissão do laudo sem problemas é possível se atentar a certos pontos para que o processo seja mais fluido. Os principais documentos que precisam estar em regularidade é o CRV (Certificado de Registro de Veículos), o IPVA, multas também devem estar quitadas e o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos).

Ajeitando toda essa documentação de forma prévia ficará muito mais fácil emitir o laudo e não ter problemas com Detran vistoria.

Pontos de atenção na hora de transferir veículos

Na hora de transferir um veículo para você, é preciso se atentar a vários tipos de coisas, vamos abordar um pouco mais a respeito desses principais pontos.

Pneus, motor e parte física

É preciso sempre se atentar nas condições da parte física do veículo para saber se as condições condizem com o valor pago. O motor e os pneus devem estar impecáveis, principalmente por se tratarem da parte estrutural mais importante no veículo.

chave geral automotiva também deve estar em perfeito estado, devendo ser testada antes do veículo passear em vias públicas.

Modificações

Todas as modificações que foram feitas no veículo devem ser registradas para manter a documentação sempre em dia. Vale ressaltar que modificações na cor são prioridades na regulamentação legal, podendo causar fortes multas em caso de mudança da cor do veículo sem alterações nos documentos.

Decalque do chassi

Realizar a inserção da numeração do decalque do chassi é obrigatório em qualquer carro de passeio e em vários outros veículos, como:

  • Semirreboques;

  • Ônibus;

  • Caminhonetes;

  • Caminhoneta;

  • Caminhão-trator;

  • Caminhão;

  • Misto;

  • Trator de rodas.

Todo veículo tem essa numeração individual inserida no seu chassi para identificação, esse número é entregue junto do DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) na aquisição ou transferência de qualquer veículo.

Na hora de fazer qualquer procedimento legal é recomendado consultar veiculo e especialista no ramo para saber se segue todos os padrões legais e se não apresenta qualquer problema referente ao seu laudo ou parte física.

É preciso pensar que, em todos os casos, um veículo que não cumpra todas as exigências legais oferece um grande risco a todas as pessoas e pedestres que circulam próximo dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *