Menu fechado

Caminhões essenciais para o mercado econômico do Brasil

O sistema econômico industrial é um dos maiores do Brasil, sendo a maior parcela do PIB nacional. Essa área é ainda a responsável por diversas oportunidades de empregos, desde montagem, administração, comunicação a logística e carregamento.

O caminhão é um dos transportes mais usados em nosso território nacional, ocupando estradas e pistas de todas as rodovias do Brasil. Em média, 58% da mercadoria que circula no país é responsabilidade dos caminhões no sistema rodoviário.

E, quem dirige os caminhões, são os caminhoneiros, que movimentam itens fundamentais para o abastecimento de produção de locais e comunidades, seja em metrópoles, cidades pequenas ou regiões de fronteiras entre países.

Sem o caminhoneiro e o caminhão, a situação do país seria de puro caos e falta de abastecimento, ou seja, diversas famílias e locais comerciais sofreriam um grande impacto ao não receber pedidos e encomendas necessárias para a rotina.

Já se passam de mais de 2 milhões de caminhões na frota brasileira e 600 mil registros de trabalhadores autônomos no transporte de nosso território, segundo o Denatran e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Essa profissão é extremamente necessária para nós, nossa sobrevivência e sociedade.

Com quase 2 milhões de quilômetros em estradas, com e sem pavimento, há rodovias e estradas estaduais municipais e federais para percorrer entre os lugares mais agitados até os mais remotos do país, entregando insumos e produtos para pessoas terem condições de viver e locais que só esse transporte consegue entregar.

Não só o mercado de transportes se beneficia com toda essa movimentação, o mercado das montadoras também.

O transporte de cargas impulsiona esse segmento mesmo em momentos de crise, tanto por sua necessidade quanto pela cultura importante que tem aqui no país, relacionada ao governo e ao transporte.

A média da produção anual de caminhões cresce a cada dia e já ultrapassou mais de 71 mil, segundo a União Nacional dos Caminhoneiros.

Agora em 2019 a indústria prevê mais produção e maior otimismo no mercado econômico.

Dentro das empresas de montagens de veículos, além de produzirem em grande escala, possuem diversos tipos, modelos e tamanhos diferenciados para cada necessidade, seja ela urbana ou mais complexa e robusta, como grandes veículos ou

caminhão pipa.

Suas encomendas dependem do tamanho das demandas mais necessárias para todos os tipos de transportes e hoje falaremos sobre os 5 modelos de caminhão que estarão em alta para o uso em 2019, para que você não fique de fora e possa entender qual a melhor opção para sua necessidade.

5 modelos de caminhões para 2019

  • Veículos urbano de carga
  • Caminhões ¾
  • Caminhão Semipesado
  • Caminhão Pesado
  • Carreta

1. Veículo Urbano de Carga

É um caminhão de porte menor do que caminhões que percorrem viagens em longas distâncias e são usados nas áreas urbanas como o caminhão iveco baú.

Esse veículo, como o iveco bau 2012, tem em média de 2,2 metros até 6,3 metros e podem passar em locais com menos restrições de altura.

Sua capacidade costuma ser, em média, de 3 toneladas.

2. Caminhões ¾ –

Com uma tonelada a mais que o anterior, ou seja, suportando 4 toneladas, esse caminhão possui dois eixos e percorre distâncias um pouco maiores.

Servem tanto para o urbano quanto para algumas viagens mais longas.

3. Caminhão semipesado

Também conhecido como “toco”, ele possui dois eixos, um na parte dianteira e outro na traseira, com uma média de 14 metros.

Sua capacidade de carga é mais ou menos de 16 toneladas.

4. Caminhão pesado

Esse tipo de veículo, o “truck” já possui diversos eixos duplos, tanto em sua frente quanto em sua traseira e é capaz de carregar 23 toneladas, como o caminhão volvo truck.

Seja aberto ou fechado, o caminhao volvo truck bau ou não, possui a estrutura necessária para grandes viagens em diversas estradas, possuindo o comprimento máximo de 14 metros.

5. Carreta

A carreta é a mais utilizada no transporte de cargas em nosso país. Suas partes são bem definidas, o cavalo e carroceria ficam localizados em lugares totalmente corretos e confortáveis para o transportador.

Existem três tipos de carretas, as com dois eixos, três eixos e a de cavalo trucado, que possui o mesmo comprimento das outras duas (18 metros), mas tem seu cavalo mecânico trucado, que aumenta sua estrutura da carga de 33 para 45 toneladas.

Pode-se observar assim que há diversos modelos de caminhões que podem ser utilizados para todos os fins necessários, basta ver qual o melhor para você e a situação pedida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *