Menu fechado

Você sabe escolher a bateria ideal do seu automóvel?

Escolher uma bateria automotiva não é uma missão tão simples quanto parece. Afinal, o componente é tido com o coração do carro. Para ter ideia, quando fraca, deixa o carro com o funcionamento prejudicado, o que atrapalha – e muito – as viagens.

No entanto, além de comprar é preciso saber cuidar da peça, para que esta tenha a vida prolongada durante um bom tempo. Ou seja, se descuidada, é muito comum que sua durabilidade seja reduzida.

Em média, quando recebe os devidos cuidados, a bateria é capaz de ultrapassar os dois anos. Entretanto, para motoristas que trabalham com transporte, a peça precisa ser trocada todos os anos.

Portanto, chega de mais delongas, pois produzimos um conteúdo especial sobre como escolher a bateria ideal para o seu automóvel, seja ele um fusca ou uma toyota hilux. Continue com a leitura a partir do próximo tópico.

 

Entenda como a bateria do seu carro funciona

Antes de escolher a bateria, é importante conhecer seu funcionamento. Isso porque a maior parte dos motoristas não se importa com esse aspecto, o que tem influência direta com a vida útil do periódico.

Geralmente, a bateria de carro fica no compartimento do motor, podendo em alguns modelos, embora raros, ser guardada no porta-malas, embaixo do banco do motorista ou, até mesmo, próximo ao para-lama do veículo. Entretanto, pouca gente se preocupa de fato onde a bateria está localizada.

Por isso, é importante ler o manual do veículo para saber onde a bateria fica localizada e, assim, facilitar a escolha da peça.

 

É preciso repor água na bateria?

Antigamente, as baterias automotivas necessitavam da reposição de água destilada. No entanto, nos dias atuais as baterias comuns foram substituídas pelas secas.

Embora ela tenha esse nome, a única coisa que muda é a reposição de água, que acaba sendo inviabilizada. Mas, toda bateria necessita de água.

Neste sentido, os únicos veículos que precisam repor água na bateria são os antigos, como o fusca. Ainda assim, muitos motoristas têm dúvidas se devem ou não colocar água na bateria. No caso da hilux dos anos noventa, o ideal é procurar uma assistência de peças para toyota hilux 1998.

Cabe destacar que desde 2014 todas as baterias seguem as exigências e diretrizes do INMETRO, órgão que monitora a qualidade dos equipamentos, incluindo a bateria.

 

Verifique a amperagem de bateria

Todo carro tem uma bateria de 12 volts, mas a amperagem pode mudar dependendo do modelo, tamanho e consumo do veículo.

Neste caso, o ampere-hora (Ah) corresponde a 3.600 Coulomb, que circula por meio de um condutor quando transfere uma corrente de eletricidade constante de um Ampere durante uma hora. Resumindo:

  • Ampere = Coulomb/Segundo;

  • 1 Hora = 3.600 Segundos;

  • Hora = (3.600 Segundos)*(Coulomb/Segundo);

  • Ampere*Hora = 3.600 Coulomb.

Em poucas palavras, uma bateria 60 amperes fornece um ampere de corrente acima de 60 horas. Portanto, é importantíssimo entender sobre qual amperagem é a mais indicada para o seu veículo. Isso também pode ser verificado diretamente no manual do carro em questão.

O que saber antes de comprar a bateria?

Antes de buscar pelo preço da peça, o recomendado é verificar outros fatores tão importantes quanto, como a durabilidade, qualidade e vida útil do produto.

Neste sentido, é válido escutar os feedbacks da marca analisada. Isso pode ser feito com amigos que usam a bateria, ou então, diretamente, no site da empresa fornecedora.

Além disso, verificar se a bateria possui o selo do INMETRO é imprescindível, especialmente para garantir a segurança do veículo e de todos que nele trafegam. Dessa maneira, toda qualidade poderá ser extraída da bateria, viabilizando o bom funcionamento do automóvel.

No caso da amperagem, assim como foi sugerido há pouco, o ideal é seguir as sugestões da fabricante do carro.

Quanto aos termos de garantia, basta entrar em contato com o vendedor da bateria e perguntar sobre. Ainda assim, é válido perguntar sobre o que anula a garantia, dentre outras questões pertinentes.

 

Principais cuidados com a bateria

Após adquirir e instalar o componente veicular, alguns cuidados precisam ser tomados, para garantir o bom funcionamento e vida útil da peça.

A bateria não causa choque elétrico, mas pode ser perigosa, especialmente por conta dos riscos, que são de queimadura e explosão (por isso é importante o selo do INMETRO).

As queimaduras ocorrem quando se junta um polo ao outro, fechando curto na bateria, causando uma grande liberação de energia elétrica. Materiais que são condutores de corrente, como o ferro, por exemplo, não devem ser manipulados junto à bateria.

Tendo esses pontos em vista, a escolha da bateria para o seu carro será uma tarefa fácil, sem nenhum perigo ao veículo ou ao motorista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *