Menu fechado

4 equipamentos essenciais para veículos de transporte

Existem alguns veículos que são essenciais para empresas e pessoas que trabalham com transportes e resgates. O guincho é um exemplo deles.

Por isso, no artigo de hoje trouxemos quatro tipos de equipamentos que toda indústria ou profissional que atua nessa área precisa ter.

1. Plataforma guincho

O objetivo da plataforma guincho é facilitar a subida dos carros que serão resgatados ou transportados em determinados locais. Dessa forma, serve para reboque ou para a mudança de diversos carros de local.

É muito utilizado para resgatar veículos que passaram por algum problema, como panes ou acidentes.

Existem plataformas de diversos tamanhos. Num geral, elas têm capacidade de aguentar até dezenas de toneladas para transporte.

Também chamada de plataforma de auto socorro, pode carregar até três carros de uma vez. Isso faz com que esse tipo de equipamento seja muito eficiente e prático.

Outras vantagens e benefícios dessa máquina são:

  • Comando hidráulico;
  • Material de alta resistência;
  • Cabos com grande capacidade de arraste;
  • Possibilidade de instalação de acessórios;
  • Elevado custo-benefício.

2. Baú refrigerado

Outro equipamento muito utilizado e que apresenta diversas vantagens é o baú refrigerado. Normalmente instalado em caminhao bau, ele tem um sistema de refrigeração específico e placas que mantém a temperatura desejada.

É muito comum ser instalado em veículos que realizam o transporte de alimentos e peças que necessitam de refrigeração. Por lidar com alimentos e itens que necessitam de uma boa temperatura, o equipamento deve passar sempre por manutenções.

3. Carretinha de reboque

Já a carretinha reboque para carros é outro tipo de equipamento muito utilizado para transportar itens. Ela é necessária quando os objetos a serem transportados são grandes o suficientes para não caberem em carros, mas não em tanta quantidade para ser preciso alugar um caminhão.

Sendo assim, é uma forma segura para levar o necessário, fazendo o reboque pelo próprio carro. Esse equipamento é muito comum para pessoas que possuem lanchas, barcos e jet skis e moram na cidade.

Assim, ao fazerem viagens para os locais onde utilizarão esses veículos, a carretinha acaba sendo muito útil e vantajosa. Porém, pessoas que não precisam ter em casa esse tipo de carreta, podem ter a opção de alugá-la quando necessário.

É claro que existem diversos tipos e tamanhos de carretas para reboque. Assim, elas variam de preço e qualidade também. Alguns dos tipos são:

  • Para barcos;
  • Para lanchas;
  • Para motos;
  • Para animais;
  • Para jet ski;
  • Para quadricíclos;
  • Carreta baú.

Cuidados necessários para a instalação da carreta

Diversos cuidados são necessários. Isso porque é preciso lembrar que será um peso a mais no veículo. Dessa forma, o primeiro cuidado é o engate.

Para que o carro consiga levar uma carreta, é preciso que ele contenha um engate com a capacidade necessária para aquele peso e tamanho.

Outro cuidado necessário é que o motorista deve lembrar que o veículo estará maior. Assim, é preciso estar atento em curvas, arrancadas e freadas.

Além disso, é necessário pagar uma taxa de licenciamento anual para a utilização dessas carretas. Placas, luzes de freio e pisca alertas também são obrigatórios.

Se o peso total não exceder 5,5 mil kg, apenas a CNH B é necessária. Porém, caso o peso exceda esse valor, é preciso que o motorista tenha uma CNH na categoria C (para até 6 mil kg).

4. Engate para reboque

O engate para reboque é um equipamento que pode ser instalado em quase todos os tipos de carro. Sua função é proporcionar que um reboque (seja ele uma carreta, um baú ou qualquer outro tipo de veículo de transporte) seja ligado ao carro. Assim, é possível realizar essa ação com apenas um motorista.

Vendido separadamente, o engate deve ser qualificado pelo Inmetro, para que não haja nenhum perigo nem para quem está fazendo essa atividade e nem para outros motoristas.

Para comprovar isso, o equipamento deve ter um selo de qualidade, que contém o nome do fabricante, CNPJ, registro no Inmetro, capacidade máxima, modelo e resolução 197.

Essa resolução é a lei que regulariza o uso e as características de um engate. Caso o engate não siga essas especificações, o motorista pode receber uma multa e ainda receber pontuação de infração grave na carteira de habilitação.

Para concluir

Existem diversos tipos de equipamento voltados para o transporte que são utilizados em veículos. Para serem utilizados com segurança, é preciso que sejam adquiridos em empresas de confiança e que sigam as normas estabelecidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *